terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Terra Serigy homenageia a atriz, bailarina e cantora Tetê Nahas


Terra Serigy homenageia 








a atriz, 







bailarina e cantora 









Tetê Nahas








Conheça a trajetória de vida da sergipana e as viagens pelo país

Terra Serigy deste sábado, dia 12 de janeiro,  fará uma homenagem especial à sergipana Tetê Nahas. A menina pobre que aos cinco anos de idade encontrou o caminho das artes e contou com o apoio total dos pais.Conheça no programa quais foram as viagens que ela fez pelo Brasil com seus grandes espetáculos. A participação no grupo Imbuaça. O sucesso de Urânia no quadro São João da Gente ao lado do ator Pierre Feitosa.E saiba ainda, como é a vida da mãe, companheira e amiga da família.  Depoimentos emocionantes de artista sergipanos e da atriz Marília Pêra sobre Tetê e o lançamento nacional da companhia das artes com o musical O Corcunda de Notredame, sucesso de público e crítica em Sergipe.


No dia 11 de dezembro de 2012 as 19 horas foi lançado no Teatro Tobias Barreto a Companhia das Arte Tetê Nahas e o Espetáculo "O Musical O Corcunda de Notre Dame"

No dia 11 de dezembro de 2012 as 19 horas foi lançado no Teatro Tobias Barreto a Companhia das Arte Tetê Nahas e o Espetáculo "O Musical O Corcunda de Notre Dame"
video



video

A Companhia das  Artes Tetê Nahas na TV SERGIPE SETV 1º edição
Ola! Dia 16 tem mais uma apresentação do Musical " O Corcunda de Notre Dame". Para quem não pode ir dia 11, segue um pouco do que foi apresentado. E se gostou, curta, compartilhe, divulgue e vá ao teatro! Obrigada!


Agradecimentos da Atriz TETÊ NAHAS
Preciso parar um pouco e agradecer por aqui, a cada um que direta ou indiretamente contribuiu com a realização do nosso musical " O Corcunda de Notre Dame". Ainda estou aérea e já corrrendo novamente para preparar tudo para mais uma apresentação no Domingo a tarde! Em primeiro lugar agradeço a Deus e ao público que sempre me prestigiou nesses quarenta anos de carreira, quando ainda meninota, enveredei pela arte. A minha família que sempre me apóia e participa comigo de tudo, como vcs sabem meu marido Pedro Carregosa produziu a peça junto comigo, fez a assessoria de imprensa e nosso filho Jonas aos 4 anos já está no elenco, além da minha sobrinha Vanessa Ellen, que tem nos ajudado na produção. Tenho que agradecer as nossas produtoras executivas@Daniella Donellii e Moema Goncalves pelo esforço em juntar forças na divulgação. Preciso a agradecer a Ygor Gomes por um dos momentos mais exultantes: a entrada do Cavalo em cena! A Aline Melo ali, cuidando de tudo. A minha amiga irmã Leni, sempre prestativa. Ao amigo Roberto Laplagne, pela maquiagem. A Giselda pela força nos figurinos, as minhas lindas da costura, Dó e Genilda, mãe de vizinha de Franciane Melo e a guerreira Cida que só arredou o pé da máquina com o espetáculo, mãe da pimentaSeichele Alves Barboza. Nossa Pureza, mãe de Estevão Andrantos. Ao meu maravilhoso elenco que não mede esforços em executar minhas loucuras e junto comigo transformam esse sonho em realidade. A Nossa Escola, nas pessoas deEdme Cristina de Oliveira e Aglacy Mary e também Gleide, Paulo, as professoras e tantas outras. A Gráfica Futura pelo patrocinio, Colégio Juscelino Kubstcheck, UFS, Cultart, Kricacupcakes,Guilherme Mannis e a Orquestra Sinfonica, @Marco Vieira e Fernanda Mota Fotografia, Geraldo Moraes, Portal Na Fiesta! Meu obrigadaaaaaaaaaaaa!!! Domingo tem mais, as 16h00. bJ

Vídeo em comemoração aos 40 anos de carreira da Atriz TETÊ NAHAS
video

Em 2012 só tenho a agradecer! O ano em que completei 40 anos de trajetória artística e que comemorei trazendo a tona um grande desejo de retornar aos palcos, na minha própria companhia das artes, trabalhando com musicais, e não sendo apenas uma atriz, mas cuidando de um tudo! Foi um ano intenso e até tenso, mas foi o ano! Agradeço a minha Familia por tudo, aos amigos, colaboradores e aos atores da companhia das artes Tetê Nahas que ousaram comigo ao Montar o espetáculo e que vão continuar arrasando em 2013! Feliz ano novooooooo! Bjs Tetê!


A Companhia também teve em 2013 a sua primeira participação em Festival
A Companhia das Artes Tetê Nahas aporta no Encontro Cultural de Laranjeiras, neste sábado(12), as 19h00, na Igreja Nossa Senhora da Conceição dos Homens Pardos, próximo a antiga delegacia! Estamos ansiosos por este dia no evento mais emblemático da cultura sergipana! Bjssss Tetê

Tetê Nahas Lança a Companhia que leva seu nome.



Tetê Nahas: nova cia com grandes musicais no teatro
Atriz retoma ao palco para dirigir a própria companhia
Depois de afastada dos palcos por um período de quatro anos e meio, dedicados integralmente à maternidade [uma renúncia para dedicação exclusiva ao filho, que tem com o jornalista Pedro Carregosa], a atriz Tetê Nahas volta ao cenário artístico dirigindo a próxima companhia, a Cia de Teatro que leva o seu próprio nome, com participação de 20 atores previamente selecionados.

Em dezembro, a Cia Teatro Tetê Nahas apresenta o primeiro espetáculo, ‘Corcunda de Notre Dame’, no Teatro Tobias Barreto: dia 11 às 19h e, no dia 16, às 16h. “Quem for ao teatro, vai poder constatar que temos ótimos atores”, diz. “Quero provar que, aqui no Estado e com pouca ajuda, nós podemos fazer grandes espetáculos e firmar uma grande companhia”, considera.

Tetê Nahas iniciou a atividade artística logo cedo, aos cinco anos de idade, com o grupo Grifacaca, com Severo D´Acelino, recebendo também apoio incondicional de Bosco Scaffs e, mais tarde, destacada como um dos grandes talentos do Grupo Imbuaça, a partir de 1991.

Nesta entrevista que concedeu ao Portal Infonet, Tetê Nahas fala da experiência de renunciar ao teatro de rua para se dedicar à maternidade e, agora, retornar com o propósito de tirar do baú mais um sonho: abraçar a própria companhia teatral para levar grandes musicais e grandes debates para o palco.

Leia, a seguir, os melhores trechos da entrevista da atriz:
Infonet – Como surgiu a ideia de criar, em Sergipe, a primeira Companhia de Teatro?
Tetê Nahas – Surgiu após a maternidade. Depois de ter ficado quatro anos e meio cuidando do bebê sem atuar, comecei a enveredar em várias direções, a fazer grandes musicais. Enfim, experimentando mais perto a direção, eu disse: ‘por que não criar uma companhia?’ Com a maternidade, eu me afastei do grupo (Imbuaça), pedi para sair para ter dedicação exclusiva para o baby. Vi nas montagens, à frente da direção, e, não atuando, tomei gosto pela coisa e resolvi continuar, criando a companhia.

Infonet – A Cia. é composta por 20 atores sergipanos. Como ocorreu a seleção e os critérios de escolha deste grupo?
Tetê Nahas – Só na Escola de Artes, tenho 25 anos, além de ser professora em escolas particulares e do interior. Sempre tem aquele aluno que se destaca e sempre guardei-os no meu bauzinho da felicidade com o sentimento de que um dia, quem sabe, vou poder resgatá-los. Então, foi isso que aconteceu. Esta seleção surgiu entre os alunos que se destacaram ao longo destes anos ministrando aula neste Estado de Sergipe.

Infonet – Quais as surpresas que o grupo reserva neste baú para o público sergipano?
Tetê Nahas – A gente vem com uma discussão polêmica, que existe desde que o mundo é mundo, que é a questão do bullying. Estamos trazendo para o Estado, e quem sabe mais tarde nas nossas viagens, o Corcunda de Notre Dame. Este espetáculo, eu montei numa escola particular no ano passado, me apaixonei por ele e disse: ‘se tiver que retornar, no ano que vem, eu vou seguir com esta história, contar da minha forma, da minha maneira e, quem sabe, bagunçar o mundo’.

Infonet – E o que a Cia reserva para o público nos passos seguintes?
Tetê Nahas – Muita música, muita dança, muita alegria e muita discussão porque a voz não pode parar. Não podemos parar de discutir aquilo que está calado. Vim e estou querendo burlar, mexer... estou querendo discutir da melhor forma, discutir com arte, levando o debate com muita alegria aquilo que o mundo precisa ver, reconhecer e acreditar.

Infonet – Sergipe tem espaço para estes espetáculos?
Tetê Nahas – E como tem. Quem for ao teatro no dia 11 de dezembro, vai poder constatar que temos ótimos atores. E eu quero sim provar que aqui no Estado e com pouca ajuda nós podemos fazer sim, grandes espetáculos, e firmar uma grande companhia, assim como [ocorreu com o Imbuaça], que é o único grupo que representa Sergipe. Mas eu quero mostrar, contar de outra maneira, não através da literatura como meus amigos fazem, que o ator pode sim sobreviver das artes no Estado.

Infonet – Você tem origem no grupo Imbuaça. O que difere a Tetê do Imbuaça para esta Tetê à frente da Cia de Teatro?
Tetê Nahas – No Imbuaça, eu era mais uma. E, aqui na companhia, eu vou estar à frente de um tudo. Lá [no Imbuaça], eu era simplesmente a atriz, e aqui eu vou estar sendo um tudo e confesso que está sendo difícil, como todo trabalho de início. Vou estar retornando para os palcos e, como voltar para os palcos atuando, dirigindo, produzindo... fazendo tudo. Lá, no Imbuaça, eu assumia apenas uma pasta, e aqui estou assumindo quase que um todo.
Infonet – E quanto às produções, há alguma semelhança entre aquilo realizado pelo Imbuaça e a linha de trabalho da Cia?
Tetê Nahas – Não vou dizer que não vai ter [semelhança]. Mas pretendo focar mais em espetáculo de palco, e focar mais em musicais. Enquanto no Imbuaça, o forte é a rua. Quero realmente voltar para os palcos porque minha origem é de palco. No Imbuaça eu fiquei 17 anos e meio e no mais que 17 anos foi de construção anteriormente ao Imbuaça, de palco. Então, eu quero buscar estes dois equilíbrios, de palco e da rua, e levar para o público o que há de melhor dessa junção.

Infonet – Que mensagem você deixa para os jovens que pensam em ingressar no cenário artístico?
Tetê Nahas – Eu diria, como base educacional, como base escolar e como base de vida, ‘faça teatro’. Eu sei que, com o teatro, você vai mudar a sua vida.

Por Cássia Santana
 Fonte http://www.infonet.com.br/cultura/ler.asp?id=137013